Brasil já adota IA para barrar emplacamentos falsos

A Inteligência Artificial (IA) chegou aos procedimentos de fiscalização do trânsito brasileiro. Mais especificamente, o Detran-RJ desenvolveu um projeto-piloto que adota IA para detectar e impedir a clonagem e os emplacamentos falsos de veículos. E a tecnologia j´começou a ser usada na última terça-feira (11), no posto de vistoria de Niterói.

Como funcionará a nova tecnologia

Nova tecnologia funciona por meio de um aplicativo (Imagem: Divulgação/Detran-RJ)

Desenvolvida pelo Detran-RJ em parceria com o consórcio contratado para o fornecimento das placas e a PUC-Rio, a nova tecnologia de vistoria veicular funciona por meio de um aplicativo. Com o app instalado no smartphone, o agente do Detran pode fotografar o QR Code das placas, registrar as informações do carro e uma foto do motorista.

Após enviar as informações para a nuvem, a tecnologia procede um cruzamento de dados sem intervenção humana, para garantir a segurança contra fraudes. Serão verificados dados como numeração do chassi, marca, modelo, cor e placa, bem como uma checagem de identidade por biometria facial. Essas informações permanecerão na nuvem para consultas futuras.

O sistema foi criado como parte dos esforços do Governo do Rio de Janeiro para combater o crescente número de roubos e clonagem de veículos. Caso alguma irregularidade seja detectada, o emplacamento é travado e o veículo é retido.

RJ adota IA para impedir roubos de carros
O app grava as informaçoes do veículo e do motorista (Imagem: Divulgação/Detran-RJ)

“A aplicação dessa nova tecnologia pelo Detran é parte de um projeto maior do Governo do Estado, que está ampliando os serviços oferecidos à população. Essa tecnologia será uma aliada importante nas ações de Segurança Pública, principalmente no que diz respeito ao combate e furto e roubo de carros”, afirmou o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro.

Todos os carros e motos emplacados em Niterói já estão passando pela vistoria do novo sistema desde a última terça-feira. A previsão é de que o sistema chegue todas as unidades do órgão no estado nos próximos meses.

Esta é a segunda novidade em termos de tecnologia anunciada pela Prefeitura do Rio de Janeiro este mês. Na semana passada, o órgão apresentou o Civitas, um novo sistema que, por meio de 50 câmeras e 900 radares, vai ler placas de veículos e criar uma espécie de “cerco inteligente”, com o objetivo de mapear o caminho feito por um carro roubado.

FIQUE POR DENTRO!

  • Optimus em ação! Robôs humanoides Tesla já trabalham junto a humanos
  • Vazamento de dados colossal expõe 361 milhões de e-mails no Telegram
  • Malware de fraudes financeiras teve 5 milhões de downloads na Google Play Store
Close
Your custom text © Copyright 2024. All rights reserved.
Close